Powered By Blogger

Páginas

curvas, retas e esquinas

terça-feira, 5 de outubro de 2021

Pássaro anoitecido © Copyright

                                                                        

Ah, mãe noite, com olhos de estrelas e lua! Ah, sol! Pai exaltado, amanhecido, contemplado! De minhas janelas, namoro as fases de minha rua. Visões mais belas, quando, na minha terra, enamorado, eu estou a contemplar-lhes do chão. Faço reza esvoaçante, feito flor de leão. Assim, vou eu: lançado, à deriva ao vento, numa prece, desprendido em oração. Quando, no cerrado, a cavalo, a trafegar em galope, observando o dia, anoiteço sem perceber que, em espirito, eu já amanheço. A alma se entrega, em asas velozes, às singelezas de passarinhos. Sou pardal, canário e curió destas matas de plantas rasteiras, onde árvores mães acolhem-me na brandura de seus ninhos. No tempo que é noite, sou passarinho preto envaidecido, a cantar, num momento esquecido, num gorjeio longo, insone, de alegres rasantes emplumados. Em alto brado, num choro de alegria amanhecida, pouso em meio aos meus: singelos seres, pássaros encantados. Suavemente, as estrelas se retiraram, então, posso fazer meu canto dormir pela tarde mais tarde acontecida. Oro ao céu que me sombreia mais uma vez, numa noite enaltecida que ilumina generosa de estrelas e lua a ternura do voar que está por vir.  Ah, veredas! Oásis, onde pouso a minha sede! Há lugar melhor sobre esse chão?! Sou, também, o homem que descansa o seu corcel da poeira empobrecida ou, quem sabe, seja esse meu cavalo lunar, errante, pois das estrelas, talvez, tenha se tornado vagante. Serão suor ou orvalho as águas vertentes desse meu valente alazão?! O meu lado que dorme, na relva primaveril enverdecida, divaga solto, em alma leve, como pétala que voa embevecida. Tornando tudo mais visível desta terra o lindo céu do meu sertão.
Betonicou 
Arte:Tracie Grimwood -tadashi nakayama

Poema inspirado na obra " Grande sertão: veredas"  do grande , João  Guimarães rosa. 
Responderei se for preciso. 


15 comentários:

  1. Olá, amigo Beto, gostei muito de ler essa sua excelente prosa poética, e nela fixei-me no cavalo a fazer o seu caminho. Uma imagem que ficou para mim forte nessa bela prosa poética.
    Desejo ao amigo uma ótima semana, com muita saúde.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. O Poeta pode ser tudo o que quiser: pássaro e voo, água e sede, noite e madrugada, sol e lua e tantas coisas mais. Foi o que senti ao ler este seu poético e belíssimo texto. Li e reli com prazer.
    Tudo de bom para si.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Inspiração maravilhjosa e resultou nium belíssimo poema!Adorei! abração, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Natureza, beleza e magia...
    Uma prosa poética muito bela e encantadora.
    Uma primavera tranquila e plena de sucessos e saúde. Beijos, estimado amigo.
    ~~~

    ResponderExcluir
  5. Um poema muito inspirado onde o seu talento se revela em toda a sua plenitude.
    Excelente, gostei imenso.
    Bom fim de semana, caro Beto.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Boa noite de paz, amigo Beto!
    Lindíssimo!

    "Faço reza esvoaçante, feito flor de leão."

    E tem um poder de defesa de noites e dias tempestuosos...
    Senti a força no ritmo das figuras empregadas para sonorizar tão linda e profunda prosa poética.
    É um voo audaz de pássaro de fogo.
    Tenha um final de semana abençoado!
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir
  7. Linda a inspiração com todos estes elementos que a natureza gratuitamente nos brinda e que aqui ganham vidas e criam seus movimentos dando vida andante e belamente poetizada amigo.
    Grande sertão que faz o chão mais amado e os os bichos idolatrados.
    Belo trabalho amigo, Minas se orgulha.
    Abraços e bom domingo na boa terra.

    ResponderExcluir
  8. Maravilhosa prosa poética, onde os elementos da natureza ganham um simbolismo acrescido, neste nosso mundo que tende a nos anoitecer por dentro, enquanto corremos tantas vezes, sem sair do mesmo lugar, e sem nisso se descortinar sentido...
    Mais uma inspiração de excelência, Beto! Parabéns! Beijinhos! Feliz fim de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  9. E, inspirado no Grande Sertão Veredas, lá vais tu, querido Amigo, por esse nosso Querido Brasil, enaltecendo com palavras sublimes os céus de variados tons, àguas calmas e turbulentas descendo em belas cascatas, enriquecendo solos também eles tão diferentes. alguns verdadeiros oásis, outros, chãos de poeira , imensos, onde o povo sofre de sede, esquecidos pelos governos, abandonados até pelas chuvas .E na imensidão desse Brasil que também considero meu, deleitamo-nos com tamanha diversidade de belezas naturais, com um povo guerreiro e gentil, de raças e credos convivendo em paz, onde ainda os indios conseguem manter as suas terras e tradições. Muita coisa tem mudado, muita gente irresponsável está tentando " derrubar esse lindo pais, mas...Beto, acredita...o Brasil vai dar a volta por cima , como já o fez tantas vezes. Há que preservar a Amazonia, há que proteger os Povos indigenas e essas devem ser prioridades do povo brasileiro e não da comunidade internacional que já acabou com as suas matas e já dizimou a sua população indigena. Bravo, querido Amigo! Senti nas tuas palavras um encantamento pelo teu pais e ao mesmo tempo nostalgia pelos " pássaros anoitecidos": há muita cor, mas também muita escuridão. Faz parte da vida, esta miséria humana, Beto. Um beijinho e desculpa a minha "divagação"
    Também eu cavalguei por aí fora...
    Emilia

    ResponderExcluir
  10. Tanta sapiência!
    Um doce beijinho!
    Megy Maia🍁😊🍂

    ResponderExcluir
  11. Lembrei-me de vidas secas de Graciliano
    Ramos, sabe. Você tem a mesma pegada, meu
    amigo.
    Um abraço e obrigado pelo papo que
    levamos, mais cedo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Afonso, fico feliz em saber. Amo " vidas secas!" Grande abraço!

      Excluir
  12. Bom dia: Passando, relendo. elogiando a publicação, e perguntando?:
    Porque não há publicações novas?
    Falta de inspiração?
    Falta de tempo? Cansaço?
    É apenas uma pausa?
    Está doente? Se for este o caso, rápidas melhoras
    Saudades de a/o ler
    .
    Cumprimentos poéticos.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…