Powered By Blogger

Páginas

curvas, retas e esquinas

terça-feira, 10 de abril de 2018

Elementos © Copyright

Céu, céu de brilhos intensos sobre a cama de meu saudoso relento.  Escuro véu de brilhantes, anjos a pulsar no firmamento. Céu que na paz do instante me acarinhou no divino sossego. É esse mar de ar dos seres celestes, que quando mais olho, mais avido e´ o meu navegar e, onde todo, ainda mais  me achego.

São essas águas do riacho, onde escoa a minha prece.   É também meu céu de amar, pois nele me batizo; ali minha alma acontece. São as águas desse espelho que refletem o verdadeiro eu que conheço. Estrelas, sol e lua aos meus olhos expostos no meu viver mais intenso.   É ali, que   de novo, todo eu amanheço. 

Terra que aos meus pés acarinha, no meu ondular de andar. Sobre as montanhas trafego e vivo a tocar o sol e o luar.  São as verdes relvas o manto da majestade terrena. São meus ossos e carne, feitos dessa matéria, no universo construída. Sou o pó das estrelas, de alma guardada nessa dimensão toda escondida.

Há esse calor na alma. Tenho esse sol que todo o meu ser declama. Sou água, terra, fogo e ar, e do fogo a vida inflama. Sou fonte que verte águas de singulares rios, e sou a terra para a semente que preenche o espaço obtido. Sou o sopro  alimentado pelo espirito desta chama. De elementos, castelo todo construído.




by betonicou

Arte:Ivan Kupala &;Larisa Lukash