Powered By Blogger

Páginas

curvas, retas e esquinas

sexta-feira, 13 de agosto de 2021

Moheki © Copyright

 


Não me ouvirão, pois cá estou, dentro do meu silêncio, mas quero que saibam! Fui até os vales colher flores e os espinhos me abraçaram. O vento murmurou em meus ouvidos a música, que ali mesmo embalou meu sono e meus olhos se fecharam, para que viessem a ver dentro de mim mesmo, o que havia, além dos olhares físicos. As flores abraçaram minha nudez enquanto as águas as regavam, para fazerem brotarem sob minha pele as suas raízes. O sol brilhava majestoso em minhas retinas conforme minhas luas negras fitavam no espelho das águas, a nudez que as flores cobriam. Era um jardim que crescia e as pétalas coloridas sobre meu corpo seriam, as mesmas que enfeitariam a lápide que um dia o guardaria, como lembrança póstuma desse meu singular mundo. As trepadeiras aproveitavam os caminhos vagos e se faziam crescer tornando o meu muro de pedra, um tapete de folhas de esperanças e os pássaros faziam seus ninhos dos espinhos deixando apenas as flores, que também protegiam a mim do meu próprio frio. Não quero que me ouçam, mas apenas fui ao vale colher minhas próprias flores do silêncio onde minha alma abraçou aquele mundo enquanto as águas lavavam o grito que teimava em ecoar em minhas montanhas. E o mundo não ouviu o meu pisar sobre os gravetos secos e, à medida que meus espinhos serviam de casa para o descansar das asas brancas de pequenos anjos, eu sonhava a minha história, no silêncio de minha alma.” 

  


(Trecho de introdução do livro " Moheki", de minha autoria.)


(Acima, capa do livro)


 “Moheki,” é um livro onde a poesia passeia montada em ventos de várias direções. Onde o sagrado e o profano se reúnem num mesmo quintal, feito harmonia e caos. Um navegar natural nos recursos imaginários, fecundados pelo sagrado ato do: "ser".  (Betonicou)

  Ilustrações exclusivas do livro- autoria: Yasmim mesquita. 

Estou compartilhando com vocês amigos, esse momento muito importante de minha vida. Confesso que estou sentindo as  emoções vindo como uma erupção vulcânica.  Pensei que seria mais leve, mas tudo traz uma responsabilidade tremenda. Lançamento será numa live. Odeio lives! Sou tímido. 

Responderei na medida do possível.