Powered By Blogger

Páginas

curvas, retas e esquinas

terça-feira, 13 de julho de 2021

Andança © Copyright

 


A vida tem lá seus diferentes encantos. Uns doces, uns amargos, feitos chocolates, a nos viciar e, ou a nos ludibriar o fel com doçuras. Às vezes debruço-me sobre a janela feita de extinções que, é minha imaginação retrógada, de uma lembrança escondida num canto de uma sala vazia. Havia o terreiro com seus fios esticados, onde se penduravam as cores que um dia seriam faixas mortuárias de uma tênue humanidade. Havia uma prateleira repleta de sorrisos vazios, outra, esbanjava risos abertos de palhaços viciados em sorrisos construídos. Era pão, aquela massa torrada a me preencher o vazio da fome e, era nuvem, aquela lisérgica viajem a encher-me o estomago de, borboletas, feitas para voarem as minhas ilusões. São transeuntes, as memorias divagantes, soltas, a perambularem, a esmo pelo ar. A vida segue, tão distinta e, os passos, trilham seus caminhos em ruas bifurcadas: a fim de se encontrarem, de se calçarem   e, de se amarrarem, em entrelaçadas e continuas vivencias.  (Betonicou)

Arte: Iban Barrenetxa

Responderei caso for necessário. .