Powered By Blogger

Páginas

curvas, retas e esquinas

domingo, 29 de outubro de 2017

Mistérios © Copyright

Sobre teus cabelos me anelo, sem medo ou receios. Sobre tudo descubro se te quero, quando vais ao meu encontro sem rodeios. Se te cercam mistérios, o que vejo em tua alma, que não seja apenas gracejos? Teu sorriso meigo, talvez o meu maior desejo; este me atrai. Vou ao teu encontro em meus limites anseios. Vejo uma áurea esplendente!  Quero esvaecer-me em teus misteriosos devaneios. Quero fugir de ti e, ao mesmo tempo me achego. Quero-te! Do teu horizonte sou ausente; por que, medo? Escondo-me bem longe do teu sol, que é exagerada face reluzente e, ao longe, vejo-te; teu brilhar deslumbra-me. Tal beleza no semblante guarda em ti o que tens e, ainda revela, mistérios. Quero entender todos os enigmas de teus conceitos. Mergulho em meus sonhos, sufocados por este ar rarefeito deste teu cheiro embriagante. Tua alma se mescla aos meus sonhos e aflora todos os meus desejos que são belos por ti e, singelos. Vejo-te refletida em meus óticos espelhos! Teus segredos espelhados em meus anseios. Teus anelos invadem-me, aguçando a sede de querer-te. Vejo-te e quero-te! Tu desnudas, invade-me com teus doces e deliciosos mistérios.

  By betonicou


Arte : Gustav Klimt