Páginas

curvas, retas e esquinas

domingo, 25 de agosto de 2019

Aspas memoriais. © Copyright

São as marcas das cenas dos sorrisos graciosos que do rosto se esboça sem dor. São estrelas pequenas com raios dourados que essa vida nos marca de amor. São os olhos, os sois de poemas, a irradiar aspas singelas que da alma é luz. São espelhos pequenos emoldurados de sinais que o tempo esculpiu e reluz. É instante presente do dia a dia, que nesse tempo pelas aspas traduz. Que sorriso diferente da boca da gente e que coroa graciosa nos olhos que no tempo se fez! Que graça gostosa, tão decorosos, são esses sinais que são dessa vez. É a graça do rosto emoldurado em sorrisos e olhares de versos realçados; sinais marcantes de linda poesia. São aspas essas ranhuras gravadas, como asas, a nos voejar na singela nostalgia. São raios de sol, que ao devido tempo é ocasional. São as marcas, essas rugas de aspas, a guardar dentro, o que é todo especial e memorial.
By betonicou  
Texto encomendado por Cátiaho do lindo Blogue: Espelhando e espalhando amigos. Dedico com carinho a essa querida amiga .

32 comentários:

  1. Lindíssimo texto!Adorei,mas no meu caso até preferiria não ter tantas aspas marcando o rosto,rs...Afinal 70 deixam marcas!!! abraços,chica

    ResponderExcluir
  2. Boa noite de Domingo, amigo Beto!
    Ah! Então é essa beleza que vai para a Antologia da Cátia.
    Que bonito texto!
    Tem uma delicadeza nas palavras que encanta definindo não só uma idade x, mas seu amor pela pessoa homenageada que creio ser, se não me engano, sua mãe?!
    Seja muito feliz e abençoado!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Que sorriso diferente da boca da gente e que coroa graciosa nos olhos que no tempo se fez! "

      Boa tarde, amigo Beto!
      Voltei a ler pois fiquei encantada com tal beleza do texto, ponho na primeira pessoa, me vejo no texto e sabe que meu sorriso é mais bonito nos dias atuais e são cercados das linhas para frisarem bem como Deus me quer no presente?
      Tenha paz na alma.
      Abraços fraternais de paz e bem

      Excluir
  3. Nunca as rugas foram tão belas.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderExcluir
  4. São, queiramos ou não, as marcas da nossa vida, inevitáveis, mas se examinarmos, cada marquinha é uma alegria ou tristeza - vivência. Nunca tinha lindo um texto tão belo, tão elogioso sobre tais sinais. Mas de você, querido Beto, sempre se espera o melhor, uma visão otimista, mesmo sendo algo meio assustador no decorrer de nossas vidas.
    Aplausos!!
    Beijo, uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  5. Beto,
    Sou e serei infinitamente grata
    por sua generosidade.
    A criatividade, o talento
    e o dom são seus.
    Encantada leio e releio.
    Bjins de gratidão e afeto.
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  6. Boa Tarde Beto, caro amigo,
    Um texto muito bonito.
    Dizem que as rugas nos lembram o lugar onde estiveram os sorrisos. Cada dobrinha da pele falam que "pode" ser o reflexo de uma alegria inesperada da qual a pessoa não se lembra, mas que transformou a sua vida.
    Mais uma vez, sucesso nos seus projetos. Fiquei, super, mega feliz em saber que entrou pra academia de letras. Parabéns vice!

    Boa semana meu amigo, e um abracinho daquele que só o coração sabe sentir.
    Beijo!

    ResponderExcluir

  7. Que lindo Beto, gostei desta visão entre aspas e asas que a vida vai imprimindo em nosso corpo, contando nossas histórias, sem falar no seu carinho que a prosa traduz.

    ResponderExcluir
  8. Me ha encantado tu entrada, eres poeta hasta escribiendo en prosa.
    Y lo transmites con sencillez y dulzura, evocas un tierno pasado que muestra esas arrugas en la piel, ellas son el fiel reflejo de una vida que tendrá una mezcla de sonrisas, fatigas, adversidades y placer.
    Los surcos que el tiempo va dejando en nuestro rostro, son señales de lo vivido y ojalá en nuestras vidas, cuando hagamos recuento, contemos más sonrisas que lágrimas.
    Te dejo cariños de corazón a corazón.
    Kasioles

    ResponderExcluir
  9. Oi Beto,
    Esse é texto seu é de uma generosidade, de uma grandiosidade que ilumina o rosto da gente.
    Viver é desenhar corações onde não existem.
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  10. Emocionante, querido Amigo.
    Doce e belíssimo!
    Foi uma honra ler o seu texto, que embora poético, revela um coração de uma humanidade inexcedível.
    Grande Abraço com votos de muitos sucessos e alegrias.
    ~~~

    ResponderExcluir
  11. Leerte es delicioso...juegas con la vida ,las palabras y tu alma se eleva dando siempre gracias

    ResponderExcluir
  12. Quando eu crescer quero escrever
    igual a você, Beto. Que maravilha
    de texto, juro que gostei e muito.
    Estou seguindo este blog. Tirei o
    dia para isso.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito deste texto. Essas marcas são o desenho de nossa vida expresso no corpo. Tatuagens que não podemos desistir. Parabéns pela composição literária.

    ResponderExcluir
  14. Boa Noite Amigo.
    Gostei muito do texto toca o coaração
    e a alma da gente.
    Eu vim te dechar um abraço e agradecer seu
    carinho.
    Um carinhoso abraço muito feliz por estar aqui.
    Beijos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  15. Mais um magnífico texto.
    Gostei imenso, parabéns pela inspiração.
    Caro Beto, um bom resto de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  16. Bom dia querido Beto!

    Obrigada pelas palavras de carinho deixadas em meu blog, muito bom a presença de cada um por lá.
    Menino, que explosão poética, um texto profundo e cheio de verdades, nos mostra as marcas do tempo estampada em nossas faces, bom pq sem tais timbres, nem teríamos historias pra contar.

    Parabéns sempre pela primazia poética.
    Bjs amigo!

    ResponderExcluir
  17. O texto que lá tu leste é ficção, mas poderia
    ser verdade. E outra coisa, a moça em questão
    é da tribo Punk, por isso o coturno.
    Um abraço e muito obrigado pela delicadeza
    e o carinho da visita.

    ResponderExcluir
  18. Bom dia de paz, amigo Beto!
    Como está?
    Como não tenho seu e-mail, atualizo por aqui o Meu Mundo Azul... Ja que nao o recebe. Coloquei lao recebimento da atualização via e-mail, anigo.
    Tenha um fim de semana abençoado.
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
  19. Boa tarde Beto
    Lindo texto poético. Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Oi Beto!
    Ah, estas marcas que a vida nos dá e que tantverdade os tentam esconder, é na verdade, nossa história esculpida na vitrine de nossos corpos, o rosto.
    É lindo demais teu texto, achei tão emocionante que com ele homenagearia uma mãe.
    Abrçs amigo.

    ResponderExcluir
  21. Passei para ver as novidades.
    Caro Beto, tenha uma boa semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Olá, Beto
    Que dizer de um texto tão belo e tão verdadeiro?
    A verdade da vida espelha-se no rosto. Rugas profundas contam a história de quem muito viveu e muito tem para contar.
    É realmente um texto cheio de poesia, e a nossa amiga Cátiah pode sentir-se uma sortuda por lhe ser dedicado este verdadeiro poema.

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  23. Querido amigo, estive aqui há dias e comentei este belo texto, mas não sei o que aconteceu. Deve ter havido algum problema na hora de o publicar. Voltarei mais tarde para deixar as minhas palavras. Por enquando fica o meu abraço e parabéns por esta beleza onde me revi, tanto por mim quanto pela minha mãe. Desculpa amigo! Muitos beijinhos também
    Emilia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emilia! Não recebi o comentario; deve ter havido algum erro, com certeza. GRande beijo.

      Excluir
  24. Mas, agora, Beto, deixo a minha impressão sobre este belo texto, que, apesar de ter sido lido pela segunda vez, deixa-me a mesma emoção e nostalgia; sim, nostalgia, Beto, porque a pessoa a quem gostaria de ler estas palavras tãoemocionantes e está mais perto de vocês do que de mim( Brasil ); imaginei-me juntinho a ela, afagando a sua mão, sorrindo -lhe enquanto lia, como que agradecendo-lhe cada ruguinha do seu lindo rosto de 89 anos . Trabalhou muito a minha mãe para dar aos seus filhos aquilo que lhe tinha faltado na casa dos pais onde as carências eram maiores ainda e as marcas no seu rosto são como aspas a darem inicio à sua voz dizendo: " filha, sinto-me feliz por tudo o que fiz por vós, pelas preocupações que tive, por cada birra, po cada choro, por cada fralda lavada no tanque, em água gelada pelo frio das noites; faria tudo de novo com o mesmo develo e carinho"
    Tenho a certez que ouviria dela estas palavras se estas tivesse a oportunidade de ler. Quem sabe não as lerei na próxima visita a fazer-lhe. Nem tu, nem a Cátia se importação. Também no meu rosto alguns sulcos já aparecem, sinais do passado que me fez como hoje sou e, sinceramente não me incomodam; vejo neles, felizmente, mais alegrias que tristezas, mais encantos do que desencantos e, acima de tudo, vejo neles, sinais de noites mal dormidas e de preocupações com o bem estar e
    felicidade dos meus dois filhos e agora dos meus três netos, presentes que a vida me deu e que agradecrei enquanto ela me autorizar a tê-los como prioridade maior dos meus dias. Abrindo aspas...amigo....não as tiraria por nada deste mundo, pois " são raios de sol " e à volta dos olhos " uma coroa graciosa " se foi fazendo..
    Agradeço à Cátia por ter encomendado e a ti por me teres proporcionado esta " dedicatória " aos 89 da minha mãe. Beijinhos, amigo e obrigada
    Emilia

    ResponderExcluir
  25. Vamos lá corrigir- tão emocionantes está
    por, desvelo, certeza, importarão, agradecerei,

    Desculpa, Beto, mas a " vistinha já não é o que era ...."
    Beijo

    ResponderExcluir
  26. Oi Beto,
    Esse seu texto é um dos mais belo que ja li por aqui. Quanta delicadeza nos traçõs da vida.
    Beijos pra vc e pra Catia

    ResponderExcluir
  27. ¡Hola Beto!

    ¡Qué preciosidad de Prosa Poética acabo de leer! Amigo.
    Es todo un lujo y un placer. Mi enhorabuena, Beto.

    Un recuerdo un lindo homenaje a esa amiga querida que, aunque no la conozca, también la felicito y disfruto de tus bellas letras como si fuera yo misma.

    Perdona mi tardanza, por un problema en mi brazo derecho apenas puedo escribir.
    Iré poco a poco visitando mis buenos amigos/as.
    Te dejo un beso y mi inmensa gratitud y estima.
    Se muy, muy feliz.


    ResponderExcluir
  28. Beto,
    O tempo irá passar, é inevitável. Mas, estarão certos os que afirmam que as rugas trazem experiências de vida?
    O tempo passa... E esse acúmulo de idade é fatal, todos envelhecemos... Os bons e os canalhas também.
    A canção Saiba (Arnaldo Antunes - 2004) relata bem isso:

    "Saiba: todo mundo foi neném
    Einstein, Freud e Platão também...
    Hitler, Bush e Sadam Hussein
    Quem tem grana e quem não tem...
    Saiba: todo mundo teve infância
    Maomé já foi criança...
    Arquimedes, Buda, Galileu
    E também você e eu...
    Saiba: todo mundo teve medo
    Mesmo que seja segredo...
    Nietzsche e Simone de Beauvoir
    Fernandinho Beira-Mar...
    Saiba: todo mundo vai morrer
    Presidente, general ou rei
    Anglo-saxão ou muçulmano
    Todo e qualquer ser humano...
    Saiba: todo mundo teve pai
    Quem já foi e quem ainda vai...
    Lao Tsé Moisés Ramsés Pelé
    Ghandi, Mike Tyson, Salomé...
    Saiba: todo mundo teve mãe
    Índios, africanos e alemães
    Nero, Che Guevara, Pinochet
    E também eu e você...

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  29. Bom Dia , Douglas! Boas ou não , elas trazem, com certeza, amigo! Porém, esse poema foi dedicado e dedico a pessoas como nós; eu e você. Grande abraço. Feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beto,
      Bom Dia!
      Os bons sabores da vida consistem exatamente nisso, em podermos dialogar com pessoas que sabem entender o aquilo que queremos dizer.
      A Web é um lugar onde todo Mundo é simpático demais ou amargo demais, não existe meio termo. Mas, no dia a dia (na vida) as pessoas tendem a ser mais tolerantes (muitas vezes por medo de se expressar e não por sabedoria).
      Fico feliz então, que esse teu poema tenha sido composto para pessoas como nós, que buscamos conhecimento e felicidade fora das páginas dos dicionários.
      Um forte abraço e bom final de semana para ti também!!!

      Excluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…