Páginas

curvas, retas e esquinas

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Baile de circo © Copyright

Balas doces, para adoçar a boca, as pontas dos pés para dançar na rua, um café para comer tapioca, um chalé para se proteger da chuva, um gole para esquentar na maloca. Uma pedra de palavras duras, um corre-corre, da multidão nas ruas. Uma flor com poucas pétalas, do que restou do mal me quer, uma pétala nas mãos, de quem bem me quer.



Duas janelas que expõem as paisagens da alma, duas almas que se cruzam, uma ponte, duas faces, uma calma. Uma panela, um fogão, uma chama; na cozinha duas mãos para resolver a trama. Um balde, uma corda e um poço com água no fundo. Uma boca e um nó na garganta ao sorver as águas do mundo. Uma trilha, um cheiro, um vestígio de pegadas, um sol que se põe, uma sombra e uma caminhada.



Água doce para a sede da alma. Na ponta do lápis: um ponto, um escorrego nas linhas da palma. Tudo são círculos, são ventos no ar, são nuvens que choram, são sementes a brotar. São ondas eriçadas de cristas do mar. São vestígios da vida, são frases relidas, são frutos da alma, das realidades Incontidas. São as pautas do universo, onde se escreve todas as trilhas, e são sementes, são flores que desabrocham nas áreas das linhas vividas.



São gestos de aceno, ou são as bandeiras de largadas; ou são botos ou tubarões, neste mar de águas afogadas.  A calma e a ira, são estrelas irmãs. O sol e a lua, são noites e manhãs. São pedaços e são tudo; depende da vida vivida. São rios ou regatos, são vertentes da caminhada escolhida. Tudo são pontos escritos em linhas. São saltos aos trancos, tal qual circo, num mar de palcos e saltimbancos


by betonicou



Arte: Enigma da arte -clown on unicycle | Flick









35 comentários:

  1. Olá, Beto, mas que texto lindo, até entendo o porque de tuas postagens serem mais espaçadas, a resposta está no capricho e na elaboração de tuas ideias nessas prosas poéticas, extremamente lindas. Dá gosto ir descendo o texto com cada coisa, cada palavra dando lugar à próxima com tanta intensidade e beleza quanto a anterior. O texto não cai, se mantém lindo e em harmonia.
    Parabéns, sempre!

    São vestígios da vida, são frases relidas,são frutos da alma, das irrealidades incontidas.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Tais! Obrigado por reconhecer um dos motivos. Outro, e´que estou escrevendo livro, e ai nesse meio tempo já escrevi varias paginas nele. E tem o trabalho, e as varias preocupações da vida. Obrigado pelo carinho . Eu tambem amo o que você escreve e comento com muito prazer. Beijos! em

      Excluir
  2. Beto, mais um lindo texto que nos deixa sair daqui bem! abraços praianos, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chica! Obrigado e aproveite bem os céus das ferias! Beijos!

      Excluir
  3. Ola querido,
    Nada como a alma de um poeta para dar vida, emoção, delírio e excitação a esses vocábulos que leva quem lê alem dos sentidos. "Querer é poder" mas quando este querer vem se revestido no frensesi da paixão, de sabores de frutas tão doces que o paladar nem imagina e só a vida tem. È preciso provar pra saber.
    Lindo! Feliz noite com lua e estrelas.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bandys! Obrigado por ter vindo, e você sabe muito bem o que se passa com o poeta. Grande beijo.

      Excluir
  4. Olá Beto!
    Acho que já te falei, quando aqui entro, sinto um enorme bem-estar, algo assim que não sei bem explicar, mas creio que você sabe bem entender.
    A primeira imagem é maravilhosa e combina perfeitamente com as tuas linhas. Por um momento, me pareceu apropriado para ser letra de música, próprio de Chico Buarque. Beto, tu és grande cara! Que prazer em te ler.
    Agradeço as tuas palavras no meu blog, sobre o meu aniversário. Desejo a você felicidade, saúde e toda a inspiração que houver no mundo!
    Um beijinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá´Maria da Gloria! Obrigado minha querida. Que bom que se sente da mesma forma que me sinto, ao pousar no seu lindo espaço de letras. Grande beijo.

      Excluir
  5. Um texto que li três vezes, apenas para me deliciar com a enorme sensibilidade que as suas palavras transmitem. Uma prosa de fino quilate poético. Parabéns pela excelência das suas palavras.
    Caro Beto, um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI jaime! Obrigado meu caro poeta. feliz fim de semana. Abraço.

      Excluir
  6. Que la vida te traiga el agua fresca que quieres los dulces de los momentos, el amor que buscas. La paz infinita del balance del alma en tu tiempo...Momentos de soledad para tu balance, alegrías para tu cuerpo ,
    una mente curiosa y una vida maravillosa.

    Este es uno de tus mejores escritos
    El escrito es una maravilla
    Un abrazo inmenso desde Miami

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mucha! Que a vida nos traga tudo de bom para todos nós. Obrigado pelo carinho. Grande beijo.

      Excluir
  7. Ei Beto!
    Que coisa boa ler sua escrita
    com calma na alma
    e sem pressa de nada.
    Gosto muito da forma
    livre e ao mesmo tempo contida
    ao escrever
    enquanto descreve cenas
    pensamentos e imagens,
    Ouso a como atriz me ver
    interpretando seus textos
    em reuniões literárias,
    mas usando cada palavra, virgula
    e ponto do meu jeito. Como
    diretora teatral eu vejo vários
    mágicos da cena dando vida
    aos mesmos pontos, virgulas e palavras.
    Coisas de Catiaho, perdoe a liberdade.
    Eu disse que já tinha vindo aqui
    varias vezes mas viria com calma
    para deixar minhas impressões
    sobre a postagem em palavras ao vento.
    Bjins e Abraço.
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Catia! É assim mesmo o universo das interpretações. Adoraria ver um de meus textos interpretado por você, porém virgulas e pontos são as marcas que guardam fielmente, aquilo que o autor quis passar o que lhe venho da alma.´... Porém , não descarto o belo laboratório que seria a interpretação de CatihoALC. Grande beijo minha querida.

      Excluir
  8. Boa noite Beto
    Que lindo texto. Vamos lendo com enorme prazer a sua sensibilidade e forma de escrever. Só um poeta tão sensível para nós encantar com suas escritas. Posso ficar sem comentar as vezes mas venho com prazer ler as suas postagens. É algo prazeroso. Lindo domingo. Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Mirtes!Que bom voce aqui minha querida. Espero que tudo esteja correndo bem. Obrigado pelo carinho de sempre , e sei de suas limitações quanto ao tempo. Grande beijo. Vou lhe fazer uma visita.

      Excluir
  9. Oi Beto!
    Um texto precioso.
    Eu o lia e era como se soubesse o que vinha a seguir mas,me surpreendia ao ver que não era nada daquilo, que era preciso estar inteira em teus escŕritos e isso é talento puro.
    Abrçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zilani! Obrigado poetiza. Sou seu fã! Grande beijo e ótima continuação de semana.

      Excluir
  10. Beto, meu amigo
    Como é grande o prazer de te ler!
    Fiz o mesmo que fez o Jaime: li três vezes, não porque não entendesse à primeira :))), mas porque o prazer que a tua escrita transmite dá vontade de ler várias vezes.
    Obrigada pelos momentos prazerosos que me proporcionas.
    Votos de uma boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariazita! Que saudade! Bom que venho nos prestigiar com sua simpática presença.Eu quem agradeço de coração o prazer de ser lido por todos vocês escritores , poetas e amantes da leitura, assim como eu mesmo sou. Grande beijo, e terno abraço.

      Excluir
  11. E aqui, como sempre de uma forma tão bela, tu descreves a vida, um palco onde os actores vivem e representam todo o tipo de arte, circo, dança, poesia e, infelizmente, muitas e muitas vezes, têm de nos mostrar os dramas e os filmes de verdadeiro terror que pelas vidas de cada um passam. Quem nos dera que que nesta vida que nos foi dada viver só vissemos escritos belos poemas em cada página que a cada dia nos aparece em branco e que tem de ser preenchida de alguma forma. Mas, não! Por mais que cada um de nós tente, há sempre um poderoso que apaga o nosso verso e coloca uns rabiscos de cor negra que, de tão emaranhados, nos deixam perplexos e com um " nó na garganta" pronto a desatar em lágrimas. Incompreensiveis estes rabiscos para nós que tentamos todos os dias escrever um poema, uma palavra doce, feito bala de coco em dia de aniversário de criança, que tentamos pegar o malmequer com todo o cuidado, colocando-o em aguas limpidas para que conserve todas as suas pétalas brancas por muito tempo. Seria tão fácil a felicidade se ao homem bastassem estes belos " pedaços" , estas singelas maravilhas que a cada dia a vida nos dá, mas, não! O ser humano quer muito mais e nesse querer , desfolha os mamequeres, mata os botos nos mares, escurece os céus impedindo que vejamos o raiar do sol, a claridade da lua cheia, o brilho das estrelas; está escuro o meu céu com o fumo dos incêndios, está suja a água do ribeiro que corre aqui perto, está raivoso o mar, ,engasgado de plástico e outros lixos. E assim vai o homem tirando toda a poesia desta vida que deveria ser feita de versos, de palavras doces e ternas como as as que aqui nos deixas, Beto. E se sempre admirei a tua sensibilidade, a tua maneira poetica de ver a vida, hoje, amigo, sinceramente, comecei o dia de uma forma extraordinaria, pois este texto está magnifico e, se eu não sou capaz de fazer um poema, depois de te ler , de certeza que verei, em cada instante deste meu aqui e agora, lindos versos espalhados por todo o lado. Obrigada, amigo, pelo belo momento. Um beijinho
    Emilia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Emilia! E a poesia brotou em seu rico comenta rio. Penso que quando se lê , ouve , e faz o que agrada aos sentidos, tudo brota de forma suave e agradável à alma. Mais uma vez um carinho imenso tens-me mostrado. Grande beijo, e feliz semana minha querida.

      Excluir
    2. Sabes, Beto, de certeza que não escolheste o nome do teu blog " à toa" , mas a mim ele decreve em três palavras, a linha da vida que é composta de " retas, curvas e esquinas " . Escolihi para o meu o nome " Começar de novo" por, alem de gostar muito da letra, acho que a vida é um constante começar de novo. Desculpa o aparte, mas esta tua amiga em tudo vê a VIDA. Não sei se estou errada, mas...sou assim! Beij7nho e obrigada pelo carinho
      Emilia

      Excluir
  12. Gostei de reler o seu excelente texto.
    Caro Beto, continuação de boa semana.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jaime! Daqui a pouco teremos nova postagem. Por enquanto vamos escrevendo pagina e mais paginas de livro. Grande abraço poeta. Feliz semana.

      Excluir
  13. A música do entrelaçado das rimas , no bordado caprichoso das palavras . E o bailado tinha que acontecer com este cântico à vida
    Muito belo
    Beijinho Beto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manuela! Obrigado por ter vindo, A alma vai tecendo os comentários sobre a vida. Grande beijo. Feliz semana.

      Excluir
  14. Hola Beto!!!

    Estoy de vacaciones apartada del ordenador, pero con el móvil puedo ir viendo mi blog, y he visto que pasaste a dejar tu huella que yo agradezco con toda mi alma.
    Acabo de leerte y estoy y estoy embelesada con ésta exquisita prosa poética que me parece un canto y encanto a la vida, una oda o un rezo.
    Es una preciosidad.
    No tengo palabras para expresar lo que siento al leerte.
    Te dejo mi admiración y mi gran estima.
    Un abrazo y se muy, muy feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina! Que saudade! Obrigado pelo carinho. Também tenho gosto imenso por ti.A vida vai sendo cantada , assim como a alma dita.... grande beijo. Feliz semana.

      Excluir
  15. No meio da multidão, na correria do dia a dia, tem uma flor de bem-me-quer, no caminho enigmas para alma desvendar. o lápis vai desenhando realidade e fantasias vividas, carregada de sentimentos e tal qual o circo, a escolha de um personagem, uma fantasia e encantamento para contar uma história que emocione o coração.
    O circo chegou e o palhaço o que é?.....Aplausos e beijos meu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iara! Que bom te-la por aqui minha querida. Gostei , de como a poesia fez brotar poesia. Grande beijo.

      Excluir
  16. Olá Beto querido


    Que delícia de texto...
    Gosto muito do seu blog, sempre encontro coisas lindas por aqui, que enchem meus olhos e meu coração, por isso sempre volto e essa pastagem em especial me fez reler algumas vezes...
    Parabéns.


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ani! Obrigado por ter vindo. Sinta-se sempre em casa . Daqui a pouco teremos nova postagem, e tomara que continuem a lhe encher os olhos de coisas boas. Grande beijo.

      Excluir
  17. Temos muito em comum. A arte da letra os momentos em que vivemos o que você gosta que eu gosto. A harmonia da vida e o equilíbrio da felicidade.Eres un gran escritor
    abrazos desde Miami

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mucha! Na verdade temos mesmo.Obrigado pelo carinho. Grande beijo e feliz fim de semana.

      Excluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…