Páginas

curvas, retas e esquinas

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Fascinação © Copyright



Os passarinhos ainda se emudecem, pelo beijo que tanto quis e não senti. Não há gorjeios que me lembrem, ou de sonhar as coisas que ainda não vi.   São testemunhos de meus beijos os outros colibris, e de minha nudez a sereia, ante o cantar tão natural, dos curiosos e convincentes bem- ti- vis.

Ainda me vejo no que me alegra: as mudas de amor que tanto irriguei, o terno olhar que sempre vi, quando passei diante dos olhos, e não parei. Às vezes as canções me alucinam, pois são as lembranças que tanto cantei. Também são promessas não cumpridas, até o   beijo de amor que não roubei.

Nada mais me surpreende, ou me compreende, ante este amor que é a minha luz. São eternos, os luares dos românticos lugares que tanto esse amor me conduz. Ainda me aquece o que me entende: As frestas por onde vejo estrelas, o jardim ardente de flor, e ainda, os portais por onde vejo o amor.


As aves que trazem em seus bicos as estrelas, são as canções que tanto desse amor entendi. São os cantares, todas as promessas cumpridas, até o ardente beijo que senti. E são as palavras carregadas dos cálidos desejos, as letras poéticas que te envolvi. São orvalhos, os doces cantares que sempre ouvi.
 by betonicou Arte: Ronnie Biccard

33 comentários:

  1. BETO,

    existem poemas,mas o que você nos brinda são hinos poéticos de extrema competência, não fosse você um expertise nesta matéria.
    Eu sou daqueles que acha podemos falar sobre as coisas do amor das maneiras mais criativas possíveis, mas sempre que me deparo com hinos poéticos desta natureza, rendo-me às emoções incontidas.
    Continue a nos brindar!
    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paulo! Obrigado por ter vindo companheiro. Estou gostando muito do seu blog, e espero que esteja bem a vontade por aqui. grato pelo incentivador comentário. Abração mineiro!

      Excluir
  2. gracias por el arte de tus letras
    por la pasión que pones en ellas por el respirar de tu voz cuando escribes el sonido de tu corazón

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mucha! Obrigado minha querida.A poesia voa para onde existem flores. Amo o que você escreve. beijos

      Excluir
  3. Ei Beto, bom dia!
    Moço seu texto me lembrou uma canção
    que depois volto aqui e deixo o
    link do Youtube pra você conferir
    (se desejar).
    Adoro a forma como compõe, é diferente belo e paradoxal.
    Gosto das ilustrações, espero que
    as tenha em seu livro. ( a intrometida)
    Feliz sábado.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cátia! Obrigado minha querida. Depois me mande o link por favor. ( o curioso) rsrs Livros vão trazer ilustrações bem legais, e bem próximas ao que foi escrito. beijos.

      Excluir
  4. Um texto magnífico.
    Que é mais poesia que prosa.
    Parabéns pela criatividade/inspiração.
    Bom fim de semana, caro Beto.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado companheiro Jaime. Grande abraço . Ótimo inicio de semana.

      Excluir
  5. Que lindo, Beto, seus textos poéticos mostram ternura, leveza, criatividade e amor nas mínimas coisas! Nos detalhes! Seu estilo é uma grife cheia de ternura.
    Parabéns sempre, amigo.
    Beijo, um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tais!Obrigado minha querida. beijos. Ótimo inicio de semana.

      Excluir
  6. Olá, Beto
    Um belo texto poético, cheio de lirismo e romantismo.
    Recordações? Podem ser tão agradáveis...

    Bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariazita! Recordações quase sempre são muito boas! rsrs beijos. Ótimo inicio de semana.

      Excluir
  7. ¡Hola Beto!

    ¡Pues muchas felicidades, chico, por todo eso que de tu alma brota y que tu corazón expande! Es una exquisita prosa poética amorosa que hace brincar el alma de quienes te leemos.
    Esta plagada de bellas metáforas que van alimentando dulcemente los sentimientos del lector.
    Me ha parecido fascinante esta lectura. Gracias por compartir tú bella forma de sentir. Mi enhorabuena.

    Te dejo un beso, mi gratitud r mi gran estima.

    Se muy, muy feliz.

    Perdona mi demora, estuve de viaje y ahora voy despacio visitando mis blogs amigos. Este es uno de ellos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina! Vamos escrevendo o que a alma dita. Compreendo essa nossa vida corrida. Sabes que é sempre bem vinda por aqui. Grande beijo. Ótimo inicio de semana.

      Excluir
  8. ....poeta! A poesia voa nos seus dedos para onde seu coração quer se aninhar, bate em um ritmo tão romântico que só o amor pode inspirar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iara! E você poetizando. Muito bom ter você por aqui . Grande beijo.

      Excluir
  9. No sé lo que ha podido pasar, te acabo de escribir un comentario y no se ha publicado, lo intentarè de nuevo.
    Quería decirte que me ha gustado muchísimo lo que has escrito en esta publicación.
    Aunque el texto está escrito en prosa, tus palabras son como mariposas aladas que surcan el espacio y llegan al corazón del lector, es más, son sentimientos que transformas en un maravilloso poema de añoranzas y amor.
    Cariños.
    kasioles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kasioles! Obrigado pelo carinho. Poesia e´assim mesmo; voante e com destino certo, às vezes...Carinhoso beijo.

      Excluir
  10. " Seja como for ", Beto, o amor tem de ser vivido e sentido, sempre! Até aqui, na nossa vida muitos amores temos tido, muito amor temos dado e recebido; alguns desses amores nos causaram tristeza, outros o sofrimento de os vermos partir na sua forma fisica, tendo-nos, no entanto deixado recordações que não devemos perder. Fizeram parte da nossa vida e contribuiram para que aprendessemos a amar mais e melhor, sejam os nossos parceiros de vida, os nossos familiares, os amigos queridos e, necessariamente, os bem-te-vis, colibris, beija-flores e também todas as
    flores que nos enfeitam os dias . Há tanta coisa a lembrar-nos amores passados, canções, palavras, atitudes e acções, mas há vida ainda e assim sendo tem que haver amor no presente e muita atenção aos pormenores belos do nosso dia a dia para que possamos continuar a ter boas lembranças, se tivermos a bênção de mais algum tempo por cá. Há que cuidar dos " nossos lugares românticos" fazendo deles verdadeiros jardins onde as " mudas," terão que ser regadas com carinho e protegidas de qualquer erva daninha que impeça o seu crescimento. Esse cuidado nos trará a serenidade necessária para que possamos sentir e distribuir amor, no meio deste nosso mundo que parece " de pernas para o ar ". Lindo, como sempre, Beto! Que o amor, em todas as suas formas não fuja da tua vida. Um beijinho, caro amigo
    Emilia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo- ...na nossa vida, ...
      outros,..
      no entanto,..
      e, assim sendo, ..
      as mudas terão...
      Pois, Beto, penso que estas virgulas fazem falta. Beijo
      Emilia

      Excluir
    2. Esses amores que nos tomam tempo e nos fazem viver Emília!Penso que vida sem amor, é vida vazia, e de vazio apenas o silêncio nos basta.Como sempre dissecando o contexto minha querida amiga. Obrigado pelo tempo, pois bem sem das suas dificuldades no momento. Grande beijo. feliz semana

      Excluir
  11. Passei para ver as novidades.
    Mas gostei de reler este magnífico texto.
    Bom fim de semana, caro Beto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daqui a pouco teremos meu caro poeta Jaime. Obrigado pela gentileza. Boa semana.. Abraço.

      Excluir
  12. Meu querido amigo Beto, olá!
    Tu tens um jeito de escrever tão diferente, não é comum, sabes?
    Eu sinto tanta delicadeza em você, delicadeza no sentido de elegância, na forma com que constrói com as palavras e a própria escolha das palavras.
    Sinto-me bem em ler-te e sentir-te.
    Obrigado pela visita no meu blog, prazer em tê-lo por lá.
    Um beijo afetuoso e bom final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria da Gloria! A delicadeza da alma e´a poesia que transcende além das limitações do corpo.Obrigado pelo carinho, que é reciproco.Sou feliz tambem por te-la por aqui. Grande beijo. feliz semana.

      Excluir
  13. Beto, querido amigo
    Deixe-me agradecer as lindas palavras deixadas na minha "CASA".
    No comentário anterior falámos de recordações...
    É isso aí, são as boas recordações que, muita vezes me levam a escrever o que me vai na alma.
    OBRIGADA!

    Votos de uma boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oim Mariazita! Alma é assim mesmo. Transborda de recordações, e faz enxurrada de poesia e versus. Bom ter você por aqui minha querida. Grande beijo. Feliz semana.

      Excluir
  14. Grande Beto, o poeta do amor!
    Rapaz, andei distante, mas aos poucos estou postando minhas simplicidades. Betinho, você tem uma suavidade que encanta os olhos e faz pulsar ainda mais o coração. A impressão que tenho, é que você sai costurando as frases de acordo com sua alma e experiências amorosas, pois no seu interior existe um lirismo fascinante. Enfim um brinde ao amor, e esse cenário surrealistico proporcionado a mim, e quem te segue.

    Abraço forte poeta do amor!
    Dan
    https://gagopoetico.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola´Dandan! Ha quanto tempo meu caro poeta. Suas simplicidades são de uma rara e complexa beleza. Gostei demais do teu retorno, e tambem te sigo com prazer. Vou la´no seu blog matar minha saudade e ler seus belos escritos. Obrigado! Grande abraço. feliz semana.

      Excluir
  15. Siempre agradecida por tus letras.
    Te deseo una buena semana.
    Cariños.
    kasioles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kasioles! Fico bem a vontade por lá minha querida. Beijos e terno abraço. feliz semana!

      Excluir
  16. Hello Beto!
    Ohhhh xodade!
    Demorei um pouco para aparecer mais não se zangue comigo vice! A vida não dá trégua, às vezes nos vira pelo avesso e bagunça todo o resto. Às vezes é preciso ser como as ondas do mar, recuar para ganhar força risos.
    Teus escritos sempre são de uma suavidade e simplicidade que me encanta. Tuas doçuras brilham nas palavras. Lindo teu texto.
    Bom te ler, alias te reler. Já havia passado por aqui no começo da semana, mas não consegui comentar. Enviava o comentário mais não registrava.
    Continuação de boa semana!
    Um abraço apertadinho, e um beijo no coração!
    Punhadão de sorrisos!
    Não demoro, Até!
    Escrevinhados da Vida

    ResponderExcluir
  17. Na falta de novidades, desejo-te "apenas" um bom fim de semana, caro Beto.
    Abraço.

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…