Páginas

curvas, retas e esquinas

quarta-feira, 7 de março de 2018

Inocente juventude © Copyright

Roupas vermelhas, brancas, quentes ou frias, são minhas fantasias. Pele clara ou pele escura, são às vezes, coleiras para as almas coloridas. Ao adentrar de novo nessa estrada com minhas roupas desbotadas e sujas desse vermelho das ruas cruas, por onde teimei andar. Cada estrada é um destino de fantasias. Em cada fantasia um desatino. Estes, são os fantásticos contos de menino! Até voar voei com asas de aquarelas, por entre as coloridas cenas dos varais, com roupas, avistadas de minhas janelas. Eu mereço as fantasias das minhas visões, todas figuradas!  Eu destaco os voos nas costas da minha amiga ave magica; visões imaginadas. Num tempo magico de juventude inocência, ainda se vê em clarividência. Nos meus sonhos, as ficções são realçadas, e minha pele clara com pele escura, são minhas misturas de vidas sortidas.  Nesta vida, de vida ou morte sou uma janela de vidas, muitas vezes refletidas! Até vi minha alma embarcada nas águas imaginarias, e a esperança, era a vela que segurava os ventos e conduzia às praias desejadas. Eu nasci das águas claras, feito peixe de rios. Transbordei da paciência, que de tanto amor chorei, mas depois me descansei  nas mãos macias dos lírios. Eu sonhei tudo imaginado, com a Inocência resgatada,  e tudo o que a alma pôde segurar....  Tudo que pude respirar e aspirar.




by betonicou 

 arte:вода рисунки e moebius fumetti


















32 comentários:

  1. Um texto de excelência, parabéns.
    Fez-me lembrar algumas das passagens do "Livro do desassossego" do Fernando Pessoa.
    Continuação de boa semana, caro Beto.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi meu caro Jaime. Ainda não li o livro, mas se te faz lembrar de tal obra do grande poeta português fico lisonjear. Abraço e feliz semana.

      Excluir
    2. Completamente de acordo, Jaime!!
      Excelente texto, Beto!!! O novo visual esta lindo também!!
      Que felicidade ter você de volta!!!

      Excluir
  2. Me cuesta entenderte
    tus palabras danzan con el fuego
    y los sentimientos se elevan al cielo cuando tu escribes tus bellisimos momentos
    Un abrazo enorme desde Miami

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mucha ! Às vezes as palavras dançam num surrealismo em que a alma se liberta. Obrigado pelo carinho de sempre. Abraço desde Belo Horizonte. Feliz semana.

      Excluir
  3. Que fantástico texto!
    Uma verdadeira viagem.
    Ótimo fim de semana.
    Bjins e/ou Abraço
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cátia! Viajando nas divagações! Feliz semana! Beijos.

      Excluir
  4. Publicação maravilhosa. Adorei!

    Hoje:- Alma que Vagueia.
    .
    Bjos
    Votos de um bom Sábado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa! Que bom te-la por aqui. Obrigado! Beijos e feliz semana.

      Excluir
  5. É difícil entender os enigmas da alma, para tanto é preciso pegar as fantasias emprestadas e sair em voo, neste encantado mundo de magia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iara! Difícil mesmo interpretar todo o abstrato. Porem pode-se pegar carona e participar do passeio! beijos! Feliz semana.

      Excluir
    2. Aceito a carona! Beijos e um feliz final de semana.

      Excluir
  6. Boa tarde poeta!

    Um sonhar lindamente construído, achei magnífico!
    Hoje aceito aquele café mineiro no ponto vice! Por aqui a chuva deixou um resfriado fora de estação.
    Um ótimo fim de semana!
    Um abraço, e um sorriso!
    Beijos!
    Blog da Smareis

    Tem uma atualização por la´.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa smareis! Pode vir e tomar o café bem mineiro! rsrs Obrigado pelo carinho de sempre minha querida. Aqui está´chovendo bastante, e graças a Deus sem o resfriado. rsrs Abraços e beijos.

      Excluir

  7. ¡Bellísima prosa que de verdad enamora a quien la lee.
    Tus visiones imaginadas, son música para el alma son reflejos que entran por esa tu ventana donde ves tus sueños claros, donde la creatividad hace presencia y vas nadando como pez el agua: y es que agua somos, amigo Beto.

    No tengo palabras para expresar debidamente la belleza de tu prosa poética vestida gala con tus mágicos sueños. Mi enhorabuena. Es una preciosidad.

    Ha sido muy placentero pasearme por tus lindas letras.
    Te dejo mi inmensa gratitud y estima.

    Un abrazo y ten un feliz día,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina! Obrigado pelo carinho de tua presença constante minha querida. Fico feliz pelo teu prazer de ler meus escritos. Tem sido prazeroso tambem ler tuas belas letras, e por tua grande simpatia. Beijos e abraços.

      Excluir
  8. Mi amiga Marina te conoce bien, ella alaba tus escritos, es un reconocimiento a tu estilo que mereces con creces.
    Tu prosa, que expresa sueños imaginados, llegan al corazón del lector que se mete en tus letras y es un estímulo para despertar la mente y crear algo nuevo.
    A mí me gusta soñar despierta, es una forma de evasión.
    Te deseo una estupenda semana.
    Cariños.
    kasioles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kasioles! Nossa amiga Marina e´de uma simpatia muito grande. Procuro escrever apenas quando a alma pede para ser vista. Obrigado pelo carinho. Beijos e abraços.

      Excluir
  9. Caro poeta Beto Nicou, magnífico texto! Li e reli. Para minha surpresa o sentimento
    marcante, foi o de colher flores em um Lindo campo, em uma tarde quente e iluminada pelo sol de verão. Obrigado por brindar-nos com tão belas e bem tramadas palavras.Não ouso ir além! Boa noite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelo meu caro amigo. Foi ate onde a imaginação o levou amigo. Obrigado por ter vindo e interagido com esse espaço. Grande abraço.

      Excluir
  10. Sem pedir licença, subi numa das tuas asas e lá fui eu, voando até à aldeia onde nasci passando por todos os lugarzinhos que fizeram da minha meninice uma época inesquecivel; os lugares são os mesmos, a casinha simples ainda se conserva de pé e o quintal tratado pela minha mãe com tanto carinho, também permanece, mas...amigo, quando desci da asa e o chão pisei, uma saudade tremenda encheu o meu peito; já não há os caminhos de terra batida ladeados de silvas cheias de amoras que, mesmo empoeirafas faziam as nossas delicias, aquelas casinhas de bonecas feitas debaixo das ramadas de uvas também desapareceram e só restava a terra cheia de ervas daninhas; caminhando sobre elas sorria ouvindo as gargalhadas dadas enquanto eu e as amiguinhas procuravamos por entre as culturas da minha mãe, os objectos para a decoração da casinha que estavamos a fazer. Não havia na mesa a fartura de hoje, brinquedos só estes por nós imaginados, mas havia a liberdade de correr pelos campos até ao anoitecer, sem medos, sem a preocupação das roupas limpas, com a cabecinha cheia de fantasias que no dia seguinte continuariam, quer fosse debaixo da ramada acabando a nossa construção, quer fosse junto do riacho de águas limpidas, para nós um verdadeiro mar de ondas suaves que dificilmente tinhamos a oportunidade de admirar. Estava na hora de voltar, Beto e, de novo numa das tuas asasa voei até ao momento do aqui e do agora, com muitas saudade , mas com tudo o " que a minha alma pode segurar " desta magnifica viage, A ti tenho de te agradecer a oportunidade e espero que continues a convidar-me para voos destes, certo? Como fazem bem!!! Obrigada! Um beij7nho
    Emília

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emília ! Que bom que voou junto comigo.Como sempre um rico comentário de muitas agradáveis falas. Seja sempre bem vinda, à essa nossa imaginada nave. Grande beijo e terno abraço.

      Excluir
  11. Voltei para ver as novidades.
    Continuação de boa semana, caro Beto.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi meu caro Jaime> Obrigado. Daqui a pouco temos mais. Feliz semana. Abraço.

      Excluir
  12. Sempre maravilhoso e voltaste melhor ainda, se é possível!
    Palavras que tocam fundo nossas verdades e anseios! Magnífico, Beto!
    Abraço enorme no seu coração e,...
    Que delícia você de volta ao blog!!!! Bjus, meu Poeta de Minas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Professora Ivete! Obrigado por sempre estar acompanhando com suas gentilezas. Não me afasto muito do blog. rsrs Grande beijo e abraço.

      Excluir
  13. Texto denso como a alma e lindo como sempre! Me fez refletir, e ainda releio!
    Bom demais você de volta ao blog. Abraço enorme!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ivete! Nunca abandonei o blog! Obrigado pela gentil presença professora. Beijos!

      Excluir
  14. Tú nunca estarás solo, tus padres siguen velando por ti, aunque ya estén en otra dimensión que no comprendemos bien.
    Yo tampoco tengo padres pero siguen en mi recuerdo y así trato de mantenerlos vivos.
    Por otra parte, eres un miembro importante de este mundo virtual en el que se te aprecia y quiere.
    Cariños.
    kasioles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kasioles! obrigado pelas gentis palavras minha amiga. Eu tambem aprecio muitos nesta blogosfera, e você e´uma dessas apreciações. Grande beijo.

      Excluir
  15. Que lindo sentimento de entendimento da existencia em poesia. Coisa de artífice das palavras diante um encantamento ao adormecer na curva de um rio que corre suave e entre serras e eu menino de beira rio viajei com alma embarcada de tanta ternura.
    Um abração mineiro amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Toninho! Que bom que venho! Bom que viajou na magia mineira meu caro poeta. Abraço terno mineiro e companheiro.

      Excluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…