Páginas

curvas, retas e esquinas

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Renascimento © Copyright

Derramar tão cedo,  com flores prestes a nascer,  é entregar a vida a um começo.  Espelhar  a vida, com o sol despontando no amanhecer,  e os  amarelos canários e pardos pardais  anunciando, é como uma prece daquela calma e as brisas, são carinhos que tocam toda a alma.  Se derramar tão cedo, é como uma oração ao renascer e enxergar a vida, a cada começo. Ver chegando o sol todo brilhando,  e´ a vida da alma e se for chuva, e´ o mar de cima  acariciando e fazendo, de tudo que tão bem conheço....  E todos esses jeitos, são notas de uma canção e quando chega a noite, tudo se transforma, de novo em oração. E tornar a dormir, como num ventre prestes a renascer, e tornar a ver o recomeço! São as cortinas dessa vida. É singela  cantiga leve e  poesia, tão bem definida.!   Se derramar de novo e acordar o que vem nascer, são as puras mães anunciando, e cada renascer reluz e refrete, como um espelho.  E as manhãs, são canções que proclamam minha vida, tua vida, nossa vida.
By betonicou Arte: Maria Pace-Wynters e Claudia tremblay