Páginas

curvas, retas e esquinas

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Veneração © Copyright

Prezo aquela flor que de tão formosa achou um jeito de roubar a atenção do meu modo de sentir, e de tudo que faço.  Preso aquele cheiro de liberta castidade, onde todo   ávido cheiro a rosa , e nem me disfarço. Prezo o jardim daquela rosa, pois também quero me embriagar, e me afogar naqueles beijos calando a prosa. Prezo o voar, nos ares da liberdade, e falar sem falsidade. Prezo da Marcela a macies da pele aveludada e da azaleia, a roxa nudez, além da seriedade. Prezo da margarida, o jeito suave e delicado das pétalas brancas, e o sol que a faz estrela de verdade.

Prezo sentir todo aroma adocicado. Prezo o rosto esbranquiçado feito de lírios que me tira daquele silêncio tão calado. São essas, as flores preferidas, joias para esse meu olhar incrustado. São essas, as pétalas brancas ou coloridas da minha primavera São essas, pequenas criaturas presas, a esse meu chão antes encruado. São esses espaços, os oásis das vidas áridas. Prezo as delicadas flores que no chão são borboletas, a pousar nessa terra de areias cálidas. Prezo a flor de néctar de beija flor. Prezo a doçura do orvalho sobre as pétalas delicadas de cada flor, não importando a cor.

by betonicou



5 comentários:

  1. Boa noite Beto.
    Que poema lindo meu amigo. Estava com saudades de ler os seus poemas, passei uns dias ausente do virtual. Um feliz final de semana. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Beto!
    Andei bastante ausente da rede, por isso ainda não tinha passado por aqui. Já estava com saudades de sentar nesse teu sofá macio, me servi de um café forte como eu gosto, e alimentar minha alma com suas sábias palavras. Lindamente escrito esse texto.
    Estava olhando uns escritos teus. São todos maravilhosos. Difícil escolher um entre tantos. Gostei de vários. Bem que você poderia me enviar o seu preferido, vice!... Risos... Mais eu gosto muito do “Idas e Vindas”. Quando puder me envia.
    Que o mês de setembro seja de muitas bênçãos em sua vida. Sucesso nos teus projetos.
    Um abracinho apertado!
    Beijos!
    Um ótimo fim de semana poeta!

    ResponderExcluir
  3. Encanto de poema,misturado com o encanto das flores... lindo Dalberto!! Saudades!! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. A sensibilidade faz poesia e o encanto venera o que vai alem do contido.Um jogo belo de palavras para extrair o máximo de um sentimento de veneração em sintonia com a natureza.
    Muito bom Beto.
    Então é um mineiro de Santa Luzia, saudações mineiras de um itabirano.
    Parabéns pela pagina tão rica em poesia.

    ResponderExcluir
  5. Oi Toninho! Sou de Belo Horizonte, e morador de Santa Luzia. Obrigado pela generosa resenha! Somos Mineiros! Prazer imenso!

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…