Páginas

curvas, retas e esquinas

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Direções © Copyright

Caiu do céu uma flor e despencou-se de meus olhos.
Caíram e entornaram os anjos, que voejavam meus sonhos.
O universo vomitou os seus corvos na minha rua ...
As bandeiras, já não tremulam as minhas cores brancas.
Saíram para passear e não retornaram; as minhas ovelhas...
Tudo e´ soma. Até a sorte, que nos deixa e despreza ...
Tudo é Conquista. Até o que se perde, as vezes e´ sorte...
Caíram do céu. Despencaram-se, as nuvens macias do Azul.
Porém, o azul e´ lindo.  As nuvens embaçavam- lhe o sentido ...
O que é´ o frio, senão o escuro sem calor, que nos envolve?
Ou o silencio que buscamos, na música que nos fere os ouvidos?
A minha paz, é branca..., porém, a guerra, e´ que tinge minha bandeira.
O universo canta o meu silencio, mas meu frio pede lã...
Ainda caem tempestades, onde apenas o orvalho e’ necessário...
Não! Ainda digo, que não sei, onde caem as minhas flores...
A certeza, e´ que caíram sobre mim, quando fechar os meus olhos...
O azul e´ lindo! Porém, é o marrom, que se aproxima; dia a dia ...
Meus pássaros imaginários cantam e voam, nas minhas preces...
Oh! - O inverno chegou e minhas asas congelaram no seu voo...
Mãos se aproximam e não me deixam cair sobre espinhos.
As minhas preces, são levadas e entregues, em bicos de pífaros...
Digo que não sei! Finjo que não sei, da luz que se apagou...
Eu sei que caiu aquela flor, e minhas águas desaguaram...
As minhas preces foram ouvidas e ditas a mim, pelos gorjeios...
São os pássaros, que me carregam nos balaios do meu sono...
E eu estive, onde o ar já não sustentava as minhas asas quebradas...
As nuvens que caíram receberam-me, no macio do seu conforto.
Eram agora melhores, que o azul que se pôs distante; no infinito...
Branca, e´ a paz que circula as janelas, para o meu mundo interno...
By betonicou

3 comentários:

  1. Passando para deixar um abraço e desejar uma semana cheia de amor, felicidade e grandes realizações.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  2. Olá Beto!
    Que saudade poeta!
    Andei dando uma pequena pausa que acabou se alongando. Mais a saudade bateu, e de volta estou no meu blog.
    Fiquei aqui pensando nessas palavras escrita por ti. "Tudo é Conquista. Até o que se perde, as vezes é sorte...". Verdades!
    Sabe poeta, seus textos são obra de arte, são apenas para ler e apreciar. Comentar perde até o sentido do que leu.
    Um abraço e ótima semana!
    Bjs e sorrisos!

    ResponderExcluir
  3. Oie Beto!
    Fiquei muito feliz quando li seu comentário dizendo que escreveu um livro. "Canções de Setembro", pelo nome deve ser uma delicia de leitura seu livro. Parabéns pelo projeto, você merece estar la do ladinho dos grandes poetas. Você é bom demais nas letrinhas. Já esta a venda em algum lugar na internet? Depois me diga!
    Desejo muito sucesso nesse teu projeto. Você merece.

    Bjs e sorrisos. ótima semana!

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…