Páginas

curvas, retas e esquinas

terça-feira, 3 de março de 2015

Comunidade © Copyright


Tem fatos que a gente recente;tem dias de contramão...
Tem faróis acesos, para apontar o nada; tem o escuro que
Torna-se uma luz súbita na escuridão. Tem coisas que
Acontecem de repente, feito um tocar de mãos nas multidões...
Tem multidão descontente, feito bêbados, numa escola de
Fanfarrões... Tem a fanfarra dos contentes, mas tem os.
Perdedores falastrões... E’ um carnaval essa vida, e tem
Aquele samba de cantar e dançar; tem fumaça no ar dessa gente,
Que respira a dor que o chicote pode dar... Tem fatos, que
A gente acrescenta palavras , que faltam pra contar... Tem
Conto, que a gente acrescenta alguma fabula... Para poder
Temperar.Tem ventos que começam com brisas, secando
As roupas no varal; São esses varais, onde penduramos nossas
Peles... nossas mascaras de fundo de quintal... Tem histórias, que
A gente ouve, e sente um medo incontido... Tem esse medo
Que a gente só esconde, por sermos apenas, um corajoso atrevido...
Tem Sempre uma gente contente, apesar das lutas desiguais...
E há sempre a gente descontente, querendo de tudo, um mais,
Muito mais! E há sempre um jardim, regado das chuvas frescas,
Nos quintais; E as rosas espetam todos com seus espinhos, pois
Apesar de tudo, somos iguais.