Páginas

curvas, retas e esquinas

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Samba ,suor e canela © Copyright




La da janela vê chovendo torrentes de pingos d’água. Vejo
A maravilha desencadeada, e quando batem no chão viram flor.
Vejo as pernas da menina enlameadas, e no rosto, um sorriso
Emanando todo frescor. Sua saia desfigurada , toda colorida
Rodopiava, em uma dança de chuva, que a alma toda deságua... Trazia
No corpo, as ondas que tudo sambava. E o tempo todo, tudo à sua
 Volta de alegria pulava.  os pingos formavam as enxurradas, e o
Seu corpo moreno, e suas mechas descabeladas serpenteavam
Todas molhadas. Morena do campo de inocência sem pudor...
Pela janela sinto o vento! Vi correndo a mulata assanhada, e seus
Quadris de sambar rebolavam trazendo ao meu peito, um bater de
Tambor. E a inocência desequilibrada ofegava de tanto que saltitava.
 O meu peito quase morrendo, de tanto que pulsava precisava se conter,
De tanto que ansiava o corpo molhado, e o seu acanelado odor...
De tanto sambar, suas saias abriram-se como cortinas! Deixando
À mostra, todo aquele céu das meninas! Um doce veneno, que agora
Arrepia todo o meu corpo; e tanto alucina... Milhões de orvalhos chamando
Sem parar! De tanto que meus olhos olharam essa maravilha... Vejo a pura
Inocência quase tímida; a brilhar! E da janela vou vivendo aquarelas de visões...
E ela vem toda suada, toda misturada com aquela chuva, trazendo um
Um sambar dos furacões... Saio lá fora e vou correndo, para abraçar a deusa
Molhada, com a saia desfigurada; que coisa linda essas morena! agora
Sem timidez, toda assanhada rodopiava, e me abraçando desarmava
Todos os meus botões...
By betonicou

3 comentários:

  1. Que delicia ler sua palavras após um hiato sem vê-lo, toca-lo... fico feliz por saber que ainda escreve, e divinamente ainda. Estou sentindo borboletas no estomago por isso!

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo poema querido amigo.
    Escreva-me no e-mail aqui adicionado.
    Beijos da sua eterna amiga.
    Espero que meu e-mail lhe apareça, é o do meu blog.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Beto.
    Que poema lindo.Vim lhe desejar um feliz Natal.

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…