Páginas

curvas, retas e esquinas

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Sobre nós dois © Copyright

Avisa aquela flor, que não nasça com as pétalas erradas!
E avisa ao meu amor, que regue essas emoções ressecadas.
E assuma minhas questões, nessas horas tão desesperadas.
Agora tudo e’ quase dor, porque o amor não mais orvalhou...
Então avisa a todos, que todo este amor, ainda em mim restou...
Estou indo para os portões; aqui e’ o lugar dos descontentes.
Estou indo para as multidões; afim de tudo daqui ficar ausente...
Porque ao meu endereço, todas as paixões vis foram enviadas...
Porque nesse dia reconheço, que as vivi de maneiras desesperadas...

Avisa, que de nós dois eu fui amor... E das paixões, hoje desconheço...
Eu nego quase tudo, porem a cara desse amor eu sempre reconheço...
Porque a vida nos deu um grito, e gemidos de dor foram para nós dois...
Mas a vida também deixou escrita: “Não somos um amor pra depois”.
Então porque estender a dor, se a dor, são todas as razões deprimentes?
Essa e’ a vida sobre nós dois, somos as manhãs, somos sobreviventes!
Avisa a esse amor, que temos a vida, e além dela, há nossa hora marcada.
E que seus beijos curam a paixão do amor, e traz-me leveza, tão destacada.
O que a vida diz sobre esse amor? Somos tudo, de maneira tão diferente...
Somos a poesia na febre das estrelas; Vivemos as diferenças docemente.

Sim! Diga numa canção, que tudo começou nas falas tão descaradas.
Sim! Cante sobre nós dois, pois somos um amor de cenas apuradas.
E tudo  mostra-se aos olhos! Que vejam esse amor ser o meu endereço.
A vida nem sempre fecha os olhos! E  na cara deste amor  me  reconheço...
Escutem a canção, e sempre com os corações abertos, escutem atentos!
Pois tudo e’ sobre nós, os corações amantes, abertos, sem tempos nevoentos.
Pois todo o meu apreço são ideias, de um amor de belezas tão delicadas.
Fecho os olhos!  Vejo a alma deste amor... Nossas loucuras não foram erradas !
Sim!  Tudo e’ sobre nós... Somos céu, lua e sol, e as estrelas não derrubadas.

  By betonicou         ilustrações de Arvind Kolapkar

21 comentários:

  1. Olá, Beto,
    por mais que o eu-lírico diga que "de nós dois eu fui o amor" e "ao meu endereço todas as paixões vis foram enviadas" e que " não somos amor para depois"... é evidente que é mais uma vez o desespero de tentar sair e não conseguir, porque ama lindamente e não consegue se ver muito tempo longe desse/do amor ...é claro que em um relacionamento onde as pessoas são muito diferentes, é preciso providenciais concessões e revisões internas- de cada um-,sem nada excluir , para que tudo valha a pena, pois o amor, torna-os a tal ponto semelhantes que cada qual, pode-se dizer, é o outro e ambos são um só. Com efeito, essa é a alma do amor!...
    Agradecido,belos dias,abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Felisberto ! Obrigado pelo rico comentário .E o amor e' essa beleza da natureza humana ... As vezes uma força natural que nos impele, tal qual furacão . Dissecou todo o corpo do texto ... Agradecido pela gentileza !Abraço e ótimo fim de semana !

      Excluir
    2. Olá, Beto...Sim, agradeço pelo carinho da visita, feliz semana, belos dias,abraços!

      Excluir
  2. Olá Beto!

    Um texto muito bem construído!
    Sentimento é coisa difícil de explicar, difícil de fazer o outro sentir na mesma intensidade na mesma frequência, eu só sei dizer que... Sentimento algum é tão teimoso quanto o amor, até quando passa, não acaba. Se colocarmos de lado, jamais se conforma. Acho que amor dessa grandeza, não é amor pra depois, é pra já... A esses os céus recompensam com o paraíso. Acredito que nenhuma loucura no amor é errada, principalmente se o amor foi recíproco e verdadeiro. Lia seu texto e me veio à mente o filme “O feitiço de Águila” uma aventura excitante e mágica na era medieval. A história de um amor fadado a nunca se consumar. Ele transforma-se em lobo à noite, e ela em falcão durante o dia. E assim estão impedidos de se encontrarem, a menos que possam se libertar de um doloroso feitiço. Nem sei por que digo isso! Rsrsrs.

    Deixo um beijo e um punhado de sorriso vice?
    Ótimo final de semana, um ótimo feriado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola smareis !Vi o filme, e e' um espetáculo da arte cinematográfica . Penso que existem muitos feitiços de Aquila pelo mundo viu ...Amores fadados a nunca se consumarem ... Mas estamos escritos nas estrelas ! rsrs Se o amor for reciproco , sera consumado; senão ,ao menos sera poesia na pagina do poeta ...Sorrisos e beijos ! Ótimo fim de semana !

      Excluir
  3. Beto, as ilustrações do Arvind Kolapkar são maravilhosas, já conhecia o trabalho dele. Por sinal um belo trabalho.

    Bjs!
    Até breve!

    ResponderExcluir
  4. Ola Beto.
    Uma bela poesia, no verdadeiro amor, os corpos se une formando um só. A forca do amor é tão forte, que acho eu muito dificil lutar contra ele. Um feliz dia. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por vir Mirtes !beijos e abraços !

      Excluir
  5. Parabéns , amei o blog, estou a seguir. Esteja a vontade para conhecer LITERATURA INFANTIL
    www.rute-rute.blogspot.com.br
    Bom domingo e ótima semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rute ! Então estamos em sintonia ... Adoro literatura infantil ! Parabéns pelo belo trabalho ! obrigado ! Beijosssss

      Excluir
  6. Belíssimas palavras de um amor profundo. Belos poemas! Voltarei com certeza, pois adoro poemas!
    Big abraço e prazer em conhecer seu cantinho.

    ResponderExcluir
  7. Olá Beto, como notei que todos o chamam desta forma, tomei a liberdade de chama-lo assim. Posso?
    Muito obrigada pelo comentário e gentileza em meu cantinho. Beijos, estou seguindo e também aguardando nova postagem. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi cecília ! Os amigos me chamam assim; então fique a vontade ! Obrigado pela gentileza viu ! Vamos nos comunicando então ... beijossssss

      Excluir
    2. Ola Cecilia ! Então, obrigado pela gentileza, e amei seu blog ! beijos ! Vou vendo suas postagens ok ?! beijosss

      Excluir
    3. Ola Beto! Muito obrigada pelo elogio, volte sempre! Beijos

      Excluir
  8. OI BETO!
    SENTIMENTOS SÃO ÚNICOS, NEM MESMO O AMOR, MAIOR DELES PODEMOS MANIPULAR.
    BELOS VERSOS.
    JÁ TE SIGO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zilani grande poetisa ! Amei seu espaço poético ! e a presença de vocês aqui, valorizam esse meu humilde espaço ...beijosssss

      Excluir
  9. Somos sobreviventes das nossas emoções...
    Gostei!
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shirley ! Que bacana e' o seu espaço ! Fui la, e adorei viu ! Sinta-se a vontade por aqui ok ! beijosss

      Excluir
  10. Sobre nós dois, é um universo poético de emoções ! Resumidamente, é isso que entendi, rs. Um grande abraço, e parabéns pelo blog tão bacana.

    Paz,
    Dan
    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Beto!
    Bom dia, Boa tarde, Boa noite!
    Ainda não atualizei minhas postagens. Ando adormecida nas escritas assim como você risos... Logo a inspiração chega!
    Acho que esses feriados estão me afetando rsrs.
    Desejo uma ótima semana Beto!
    Um beijo e um punhado de sorriso.
    Até breve!

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…