Páginas

curvas, retas e esquinas

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Ares de outono . © Copyright


Aqui neste lugar, tem o cheiro das rosas, das pétalas
Esquecidas. Este perfume que Impregna este ar,
 deste cômodo, nesta casa de portas, mas de abertas
Janelas coloridas. Se e’ pra ter, que seja perfume de
Pele quente, cálida... Que derreta a minha dura
Muralha sempre gélida... E fica pairando no ar, essa mão
 Quente, estendida... Para desatar os meus laços, revelar
Aquela paixão escondida... Se e’ pra ver, que seja com teus
Olhos, a revelar todos os meus jeitos... Neste corpo de pele
E trilhas cálidas, Trafegam todos os meus desejos, se tornam
E se fazem direitos... E assim ecoar os nossos murmúrios,
 Acima dos gases rarefeitos... Ainda paira sobre nos, um leve
Odor de flores sortidas. Sempre descobrimos o vermelho  
Poético das folhas de outono,  no vermelho quente das rosas
Escondidas...

Se e’ pra ter um cheiro nesse ar, que seja o de nossa travessia...
Se e’ pra ver o que ficar neste lugar, que não seja nostalgia... A
 Saudade ira me matar , se chover ou olhar para este chão; Ou se
O frio de inverno chegar, bem sei, que gosta desta estação... Se e’
 Para enganar todos os lados... Que seja nossa cumplicidade então...
Se e’ para estar neste lugar, que deixemos no ar as notas de nossa
 Linda canção... Pois aqui neste lugar, onde sonhamos as nossas
Cenas lindas, às vezes esquisitas... Cheira o cheiro deste amor, das
Flores coloridas e sortidas... E o seu cheiro cálido impregna-me
Com fragrância das lindas e quentes, coloridas ou brancas orquídeas... 


By betonicou


2 comentários:

  1. Que maravilha! Sempre me trazendo emoção...

    ResponderExcluir
  2. Gente, a tanto tempo que não visito os blogs! O face é um vício, rsrsrsrs... estou adorando "volver". besos

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…