Páginas

curvas, retas e esquinas

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Flores de Hiroshima...© Copyright



Não esquecer uma paz que se foi um dia...
Brotaram flores nos campos minados...
Minaram as águas das vertentes, que secaram
Na lida... Soltaram as correntes, que abraçaram  
Numa tenaz o amor... Fizeram a paz nesta guerra,
Em forma explosiva de flor...
Há muito que rever no que foi esquecido um dia...
Momentos velhos, que abrilhantaram vidas esquecidas...
Germinaram as sementes na terra... Brotaram flores
Que cheiraram os ares desta atmosfera...
Do passado de nostalgias, fizeram-se presentes
Sentimentos de liturgia... um sagrado campo de ervas
Floridas... Um consagrado de poesias coloridas...
Os girassóis fervem nos campos de nossas vidas...
Os ventos rugem enquanto dão seus açoites...
Os raios de sol urgem, e aquecem as vidas na sorte...
Voltar a viver a vida, nos campos das explosões...
Beber o que verte das vertentes, águas claras dos
Ribeirões... Brilhar alem das sombras...pulsar como

As majestosas estrelas das constelações...
Bybetonicou