Páginas

curvas, retas e esquinas

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Questões .© Copyright

Pensei que era só voar, sem caminhos no ar, só
Pelas nuvens de duvidas, pude navegar, e flutuei...
Sozinho, nessa onda azul flutuou em prantos de gotas ,
 Todas as minhas questões ... Antes de naufragar neste mar...
São os caminhos que pude encontrar neste labirinto...
São os vários sabores, antes de embriagar-me de absinto.
Pensei que era só questionar as questões, mas desfiz de
Mim todas as razões antes mesmo, do eu poder ser eu...
São as pulsações que regem, os meus ritmos... São as vis
Paixões, que batem a porta do desejoso momento meu ...
São as correntezas de minhas veias, que transbordam
Este meu coração, agora tão cheio do sentimento vazio...
São sementes de estrelas que caem em meu jardim deserto de cio ...
E’ a certeza deste sorriso, que abranda todo esse meu tom
Vibrante e febril... E’ poesia tornando-se razão e pureza...
Pensei que era só voar por entre as nuvens, nesse ar azul
Anil... Só por um caminho andei, e voei por correntes de ar...
 Em ventos de incertezas...  Mas me encontrei nos versos sutis...
Reencontrei-me nas certezas das incertezas, puramente juvenis.
Havia perdido o meu eu, havia chorado todos os prantos, para
Aplacar meus desertos débeis ... vasculhei todas as minhas lembranças
 Para reencontrar os caminhos Férteis... O cinza ,deu lugar ao azul;
E meu jardim, em flores brotou, nos lugares antes estéreis...
By betonicou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

people of the world comment if to like… important for the development of this work…