Páginas

curvas, retas e esquinas

sexta-feira, 29 de março de 2013

Amor de lobo ...© Copyright



Sorri os prantos meus, numa alegria bem diferente
Revi conceitos teus, nos meus agora  estou  descrente.
Mergulho neste amor, no meu peito tão incrustado...
Procuro uma ponte que nos leve, ao encontro já desde
Muito tempo marcado. A travessia deste amor, balança  
Como corda bamba, ao sabor dos ventos... Os ventos e  
Seus sinos anunciam...  São sons que batem no peito!  
Numa alegria de concertos... Pulsam ardentes, esses
Desejos que do intimo, afloram... Batem á porta, e querem
Adentrar os sentimentos, que aos poucos nos devoram...
Pulsa forte a paixão ardente... Este teor no âmago, tão
Vagabundo... Trilham nesses caminhos, os anseios mórbidos,
Infecundos... Entornam seus venenos, os repteis que nos  
Rodeiam de desejos insanos... Acalmo na brisa do teu sorriso,
Que acalma estes enganos... O coração retoma o ritmo,
 Deixando de lado, o terror da paixão que deprime e
Enlouquece... E o espírito leve...  Bate à minha porta...
Mostrando as Chaves do singelo... O coração de novo
Engrandece... Já não mais cruel, não sofrer desta paixão,  
Que fere de calor, e frio inverno... Ansiar o amor que perdure
Ate o extremo do eterno... Sorriu meus desejos, agora tão
Acanhados... Sorriu um beijo teu... Somos agora, corpo, e alma
Lavados... Pois tudo , são momentos ...  Como águas que percorrem
Feito lobos desvairados... A desaguar na mansidão de um lago
Calmo, de sentimentos puros, de destinos entrelaçados...  Bybetonicou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

people of the world comment if to like… important for the development of this work…