Páginas

curvas, retas e esquinas

sábado, 3 de novembro de 2012

Samba e canela...© Copyright


Ah!- Vejo as tuas meninas! Nos teus olhos, o brilho delas...
Teu sorriso alegra as minhas sinas... Nos teus olhos, essa
Cor de aquarela. Quando te vejo passar, encontro o teu olhar,
Aqui de minha janela
Escancaro-me ao invés de envergonhar... E’ teu cheiro de
Menina canela... Teu cheiro de orquídeas belas... Teus olhos
Verde clorofila... Cabelos com parafina... Fazem-me Acordar,                                                       desta cansada, e tosca rotina...

 Recorto tuas figuras, que nas nuvens teimam em confundir...
Vejo teus contornos, no celeste branco de algodão a me iludir...
Na imaginação, nasce a livre canção... Imaginam-se loucuras,
Desta visão!  Vejo em tuas lindas, e emolduradas, espelhadas
Meninas... Satisfação, em encontrar teu cheiro perdido nos ares,
Ao redor de mim... Não posso tocar teu jeito,... Escoro-me,
No meu jeito de olhar encabulado de ver, e ouvir... Essa minha sina
De fitar, as Tuas acanhadas pupilas... Ah! Eu vejo o brilho de tuas
Meninas !

Este batuque que ouço, neste rebolado que o teu coração toca...
Nessa toca que ilude esconder-se ... Aquilo que mais te provoca...
Este olhar recatado e  quando vejo descubro, o que mais tu gosta...
Espero um beijo, quem sabe não se importa! Vou roubar teu sossego,
Estou à porta quando fito de volta... Ah! -Eu quero fitar, Isso e’ o que
Do meu coração brota! Teus olhos clorofila...  Enamorar e’ minha sina...  
Este teu jeito, de olhar e’ o que fascina! Vejo e te gosto, linda menina.  By betonicou