Páginas

curvas, retas e esquinas

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Transcendental...© Copyright


Voar além dos céus, tão longe, ate onde poder chegar...
Ao sentir teu corpo nu, enroscar-me... Envolver-te em asas
De sonhos... Quero abraçar-te!
Teus lábios mornos, teu pulsar de emoções... Sentirei, ouvirei,...
Tocar teu rosto, um encanto, um canto quero ouvir... A tua voz
A anunciar... Teu lindo encanto, em um canto,
A me acunhar, me redimir...
Já não queria mais lembrar-me, e realizar alem
Do que posso fazer, pois minhas razões voam
Além das imaginações... Os sentimentos voam alem, nos céus
Das ilusões...

Os sonhos que já não queriam mais voar teimaram
Em pousar, na realidade esquecida...
Já não havia mais onde repousar na terra dos delírios...
Voarei além!  Deixarei que as emoções escolham o
Pouso seguro... Para de novo viver o colorido dos sonhos...
Sentir teu rosto, sorrir de espanto... Olhar alegre, ao
Ver teu olhar esvair-se em pranto... Tua emoção, em
Meu rosto refletir nos olhos ansiosos de querer-te tanto...

A salgada, e sagrada lagrima, que se encontra com o sorriso
Molhado... Esvaíra- se abaixo ate o pulsar... Reflexo das emoções...
Em cachoeira de águas sentidas, essas emoções diluídas...
A molhar o pulsar seco das batidas ressentidas...
Voar leve, acima dos pesados sonhos... Estas tormentas que nos
Arrastam para o deserto dos delírios... Irei Apegar-me, novamente  
Aos sentimentos de gosto... Para novamente, poder pousar em terra
Fértil de sonhos  nitidos ... Voar além dos céus... Pousarei no sagrado
Lago... Um levitar pelas águas calmas, e tranqüilas... Bybetonicou

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

letras perdidas... © Copyright




Onde esta a alma gêmea? Por quais estradas anda, ou andou?
Onde estão os pontos e vírgulas, desta frase que e’ a vida?
Desta vida que no amor desandou...
Onde esta a rocha que encobre a pureza do ouro?
Este ouro que luzente brilha, este amor escondido como tesouro...
Onde estão as flores lindas que   fazem da paz de jardim, meu ancoradouro...

Onde estão as ondas do mar? Tão longe vai, em deserto a transformar...
Esse areal seco,  esse pó que sufoca... A alma esta  a secar...
Um brinde seco as tristezas... Que nos tirou a paz das certezas...
Um aceno, um gesto obsceno... Danem-se todas as cruezas...
Um beijo, sim um beijo! Deixa os lábios mornos às magoas afogar...
Quero a metade que falta, quero o todo sentimento poder sentir,
Acordar...

Onde esta a parte que a nossa  alma completa? A letra
Que desperta, a palavra vida nos versos do poeta...
Mãos estendidas ao alto, num ato de suplica, uma oração...
Por onde anda a cara metade?A voz que canta, e completa a
 Razão... A nossa razão de emoção... Esse vago espaço, que
Muito desconforta... Nem frio, nem quente... Este morno que nos falta...
Quero o pedaço, da pagina rasgada, e escondida... Aquela parte da fruta
Mordida... Pontos e vírgulas da frase, e as rimas separadas da vida...

A  metade ,   a letra perdida...Bybetonicou