Páginas

curvas, retas e esquinas

terça-feira, 17 de julho de 2012

Mulheres...© Copyright


Sentiu as flores, um vento frio e cortante...
Sentiu calores, o gélido abraço angustiante...
Cresceram jasmins nos campos áridos
De amores, e sorriu pra mim, os lábios
Doces de Dolores.
Cantou leve canção e ressoou em voz, de 
Suaves dissonâncias. Bailou a beleza dançante e  
Tocou  chacoalhando  castanholas, em frenéticas
Ressonâncias...

Dançou para mim, os gestos delicados e desnudos
De Tereza.
Ecoaram-se, em meus ouvidos, os musicais sussurros 
de pureza...
Cantou em voz doce o soprano, de versos de Serena.
Implorou pelos pecados, a angustiada voz de Madalena...

Desabrocham-se, os jardins delicados de Açucena.
Sombreiam-se, de flores, os desejos ávidos por
Helena... Escrevem-se e cantam, sobre mulheres
 objetos de Atenas... É Maria que sempre encanta,
Com seus gestos d
e santíssimas cenas...

Voam os pensamentos, nos sábios delírios de Mecenas...
Vagueiam os desejos, pelas lindas curvas enfeitiçadas das
Sirenas... São ambiciosos anseios, pelos lábios doces de   
“Iracema”...
Mulheres inspiram os delírios, de todos os amores de poemas...
Sujeitam,  as mentes férteis ao castigo de rezas, de longas novenas...
Germinam e dão os seus frutos... Os vários nomes, das heroicas
e belas Helenas...By betonicou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

people of the world comment if to like… important for the development of this work…