Páginas

curvas, retas e esquinas

quinta-feira, 1 de março de 2012

Alegrar-se de amar...© Copyright

Falar de amor? Adoro! Ao falar de tristezas, Solto
Um grito...
Ao falar das flores, sinto o perfume no cheiro...
Ao falar das alegrias, vagueio pelo infinito...
Ao sentir teu toque me arrepio, e ao beijar, teus
Beijos, encontro refugio...
Sentir teu calor me abrasar, e ao abraçar teu amor, me
Sacio.

Ah!-Quem dera meus gritos alcançassem as estrelas...   
E meus sussurros levassem arrepio as suas orelhas...
Nem precisaria tanto, apenas balbuciaria em teus
Ouvidos, meus amores, e certezas...

Falar de amor, e’ festejar alegrias... As tristezas se
Vão, em um grito!
Num desabafo incontido, o vômito das sensações,
Ruinas de desespero do aflito...

Esvaziar-se do aperto que sufoca... Aflorar os sentidos
Escondidos...
Falar dos teus olhos me cala, me basta à pureza
Neles refletidos...

Ah!- A vida me deu a certeza, de que não existe
Gosto ou desgosto... Apenas o jeito de cada um de
Sonhar, e de gostar.
Ao sentir os desejos, todos tem suas cores de
Pintar... O seu jeito de amar...

Falar de amor, me alivia! E’ simples o jeito de ver, e de lidar...
Faz-me sentir no peito o conforto... O amor e’ a pureza 
 
De brincar, de gostar, e de sonhar... By betonicou

Um comentário:

  1. ahhhhh quem dera meus gritos, alcançassem as estrelas, eu que já tenho o ousado desejo de tocá-las!!
    Adoro vir aqui,e adoro sua visita!
    Bj

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…