Páginas

curvas, retas e esquinas

terça-feira, 21 de junho de 2011

neutros © Copyright

 Um ponto negro no espaço, antes
Vazio se vê.
Ali aguçando meu olhar um tanto.
O branco, com um ponto no centro,
Um encanto!
Com a imponência  que se atiça
No branco, esse ponto negro.
No espaço, antes infinito branco
Um toque de cor...
Uma folha, de papel comum ou machê
Ali agora, um ponto.
                                                                                                                                    Procura companheiras matizes irmãs, 
mas apenas se vê, ali solitário um ponto.
No universo, antes alvo, branco...                                                                           Algodão, papel... Está lá no centro,
Ou qualquer canto...

Uma visão instigante, quando se olha no
Branco...
Um ponto instigando e tomando atento
Um reino e ali, todo soberano, sem ter
Ao redor outra cor.
Todo  solitário sem ter,  com quem dividir o
Reino  reina todo o ponto , na folha de papel
 em branco. Um ponto negro no branco.

                          By betonicou      

13 comentários:

  1. O preto reina. o branco reina... juntos são neutros... talvez um ofuscando a beleza do outro... os dois instigam mistério, beleza, nada ou ninguém...Me sinto lisonjeado por saber que este poema (lindo-lúdico-infanto-junevil) é dedicado a mim. Grato! Sucesso

    ResponderExcluir
  2. você pedro meu amado amigo e' um dos pontos no branco ... faz toda a diferença em minha vida . obrigado pelo seu carinho. te adoro cara !!

    ResponderExcluir
  3. Costuma-se dizer que o negro(preto) é a reunião de todas as cores e o branco, o contrário é a ausência das cores. O eu poético vê, de início, todas as cores centradas num único ponto. Em seguida, vê o branco no centro. Um ser solitário, mas rodeado de pessoas. Que contrassenso, não é? Paradoxo? Como se pode estar solitário com outros seres ao seu redor? Os pontos se juntam e parece que para matizar(prestar solidariedade). O branco quer compartilhar um pouco de si com o negro(outras pessoas). Como que com elementos bem concretos, reais, visíveis, o poeta transcende e busca preencher o vazio que lhe vai na alma. Ele não está só:"O ponto na folha de papel em branco/Um ponto negro." O ponto negro(todas as pessoas) e o branco(o eu/ o individualismo). O ponto negro quer compartilhar com o branco, mas há necessidade de que este solte suas "amarras", liberte-se! Parabéns mais uma vez, amigo Adalberto!

    ResponderExcluir
  4. Brigadooooooooooooooo luiz!!! e voce se torna mais um ponto em minha vida toda branca ... fazendo diferença como amigo e pessoa ...voce , um ponto negro no branco ...

    ResponderExcluir
  5. Amigo, não tenho palavras para dizer como você se expressa, como já te disse, é profundo...gostoso de ler, bonito e mágico....e tenha certeza!!! sempre muda meu dia!!!!! beijos e escrava muitoooo

    ResponderExcluir
  6. patinha você por aqui sua linda !!obrigado pelo apoio... escrevo porque me sento bem , sabendo que faço pessoas como você se sentirem bem...beijosss

    ResponderExcluir
  7. Putz, esse comentário do Luiz Antônio, ja está nele todo meu comentário, perfeito!
    Eu adorei o texto e o que o Luiz disse sem duvida complementou e traduziu os sentimentos descompromissados do meu amigo Beto!!

    ResponderExcluir
  8. Obrigado Di meu amigo , por suas participações nos comentários... são muito importantes para mim ! e sempre desvenda a essência dos meus escritos ...

    ResponderExcluir
  9. Ok, amigo Diego, que bom que nossas ideias e pensamentos se coaduam. Viu só, Beto como estamos interagindo e sendo coerentes em nossos comentários?

    ResponderExcluir
  10. meu querido amigo é sempre bom ler seus posts,com algo de bom para podermos refletir, pois sempre trazem algo de positivo para que possamos meditar.BRAÇOS !!

    ResponderExcluir
  11. Todo mundo concordando com tudo ... Isso e' otimo Luiz !

    ResponderExcluir
  12. Sempre bom brincar com a escrita e traze-los para a brincadeira Welllington ... abraços amigo!

    ResponderExcluir
  13. Beto, meu amigo....estou sem palavras....me vi nesse texto...estava me sentindo um ponto solitário...mas me desprendi de tudo que me fazia mal e hoje estou retornando...pronta a somar com todos os meus amigos, amigos estes tão importantes na minha vida, amigos que fazem a diferença...

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…